Ao utilizar este site, concorda com o uso de cookies de acordo com a nossa Política de Cookies.

concordo

Conheça melhor:

Liliana Luz

(13 Janeiro, 1980)

Detentora de uma singular capacidade vocal e interpretativa, Liliana Luz é uma afirmada promessa no panorama do fado. A sua sólida carreira mostra de forma inequívoca um percurso virado para uma ascensão e mediatismo a que não estão alheios o talento e expressão artística.

Natural de Cantanhede, desde cedo esboçou passos firmes e determinados nos palcos, sucedendo-se uma série de apresentações televisivas.

Iniciou o seu percurso no ano de 1994 no grupo de música popular e tradicional Oragora, mas foi em 1997 que aprofundou a sua técnica vocal ingressando no Conservatório de Música de Aveiro. Paralelamente, aventura-se na música funk integrando o grupo de originais Sextante. Nesse mesmo ano e até meados do ano seguinte, foi cantora residente no complexo turístico Gávea Parque, em Cantanhede. Foi nesta altura, de maneira informal mas decisivamente marcante, que surgiu o fado na sua vida.

A visibilidade do 1º lugar no Festival da Canção da Broadway/Diário de Coimbra, em 1998, chamou a atenção da Orquestra Quo Vadis, à qual deu voz durante vários anos.

Consciente da necessidade de desenvolvimento da sua técnica vocal, teve aulas com o professor Rui de Matos.

Entre 2005 e 2007 participou na produção musical Cantigas da Rua, espectáculo itinerante no qual se recriavam os êxitos que serviram de banda sonora a filmes portugueses dos anos 30/40 e que contou com apresentação de José Carlos Malato.

Sempre entre a denominada canção ligeira e o fado, Liliana Luz aposta forte na sua carreira e pisa palcos de referência - Casino da Póvoa, Casino do Estoril e Casino da Figueira, neste último como cantora convidada do espectáculo Aquarium.

Em 2008 mudou-se para Lisboa, incentivada pela produtora C2E, com a qual trabalhou até 2010, e começou a cantar na casa de Fados Marquês da Sé e mais tarde no Restaurante Sr Vinho, onde passou a fazer parte do elenco desde Junho desse ano. Por essa altura, participou na Grande Noite do Fado onde alcançou o 2º lugar. Foi a fadista escolhida para fazer parte do elenco da Revista “É Só Rir!”, com Octávio Matos e Natalina José.

Já em nome individual, Liliana Luz cantou em Portugal e no estrangeiro, nomeadamente nos Estados Unidos, Alemanha e França, partilhando o palco com grandes nomes do fado como Maria da Fé, Rodrigo, Katia Guerreiro, António Pinto Basto, Anita Guerreiro, Gonçalo Salgueiro, entre outros, sendo acompanhada pelos mais conceituados músicos de Lisboa.

De 2008 a 2010 teve aulas de técnica vocal com a professora Maria do Rosário. No ano de 2010, participou no tema Com os meus Olhos, integrado no terceiro álbum de originais do grupo de reggae Mercado Negro.

No mesmo ano, Liliana Luz gravou dois fados no CD/Livro Poemas do Meu Fado - obra com cerca de 180 poemas de José Luís Gordo - junto degrandes nomes do fado como Maria da Fé, António Zambujo, Hélder Moutinho, Rita Gordo, José Manuel Osório, entre outros, acompanhados por Paulo Parreira na guitarra portuguesa (que também assinou a produção) e Rogério Ferreira na viola.

Em Janeiro de 2012 é convidada para cantar no espectáculo José Luís Gordo – O Fado e Palavras, apresentado no Teatro Municipal São Luiz, em Lisboa (gravado pela RTP e emitido no mês de abril do mesmo ano) e posteriormente no Teatro Rivoli, no Porto.

Foi também fadista residente no Restaurante Sr. Vinho, em Lisboa, onde o fado é o atractivo, na linha da tradição das casas de fado.

Em 2015 editou "Espelho de Saudade", apresentado no Museu do Fado, e que conta com letras de Jorge Rosa, José Luis Gordo, Mário Moniz Pereira, David Mourão-Ferreira, Guilherme Pereira da Rosa e Tozé Brito.

 

 

Liliana Silva, s/d

Liliana Silva, s/d

Liliana Silva, s/d

Liliana Silva, s/d

  • Espelho da Saudade Liliana Luz (José Luís Gordo / Raúl Simões Pereira)