Ao utilizar este site, concorda com o uso de cookies de acordo com a nossa Política de Cookies.

concordo

Zé Maria

Zé Maria

img

Com uma voz melodiosa e bem timbrada, o Fado de Zé Maria é simultaneamente contemporâneo e tradicional, versátil mas sempre fiel à verdade das palavras que canta. Neste seu disco de estreia, homónimo, mostra que o Fado não tem de ser trágico ou desesperado e que, mesmo na tristeza, é possível encontrar beleza.

Editado pelo Museu do Fado, “Zé Maria” conta com temas originais assinados por Carminho, Mário Pacheco, Pedro de Castro, Tiago Torres da Silva e pelo próprio fadista. A produção musical é de Pedro de Castro, que também acompanha Zé Maria à guitarra portuguesa. João Filipe na viola de fado e Francisco Gaspar na viola-baixo completam o conjunto.

Zé Maria nasceu e cresceu em Lisboa, numa família onde cedo teve contacto com o Fado e as Artes, vindo a tornar-se um artista de várias expressões. Hoje, enquanto a Pintura lhe enche os dias, as noites são vividas a cantar.