Ao utilizar este site, concorda com o uso de cookies de acordo com a nossa Política de Cookies.

concordo

Conheça melhor:

Filipa Cardoso

(18 Abril, 1979)

Descrita como “Fadista de raça”, em Filipa Cardoso cabe o bairro, a garra, a tragédia e o humor. É considerada uma das fadistas mais completas da sua geração e isso é bem patente no seu trabalho “Cumprir seu Fado” (2009), onde se destacam êxitos como o single que dá título ao disco e “Dia Estranho”.

Ao longo destes anos Filipa Cardoso foi coleccionando elogios e excelentes críticas fruto da presença assídua tanto nos palcos nacionais como internacionais (Brasil, Angola, Alemanha, Áustria, Bélgica, EUA), dos seus dotes vocais, da sua alma lusitana, da sua raça e da sua eterna fidelidade ao Fado.

Depois de se cimentar como uma das grandes vozes da música portuguesa, em 2014 integrou “Tropa Fandanga”, uma revista do Teatro Praga que arrecadou o Globo de Ouro para Melhor Espectáculo e onde Filipa pôde provar todo o seu talento não só como cantora, mas também como actriz.

Participou no celebrado “Romances” de Aldina Duarte com Ana Moura e Camané e ainda em 2015, no festival Caixa Alfama, foi apelidada pela crítica especializada de “vendaval de fado”, num concerto inesquecível.

Após um 2016 de actuações em Portugal e no Brasil, o ano de 2017 apresentou uma agenda repleta de concertos no estrangeiro com apresentações em Paris, Bordéus, Alemanha, Áustria (tour de duas semanas) e também em Angola.

Nesse mesmo ano, Filipa Cardoso esgota o concerto no CCB por ocasião do ciclo “Há Fado No Cais”.

Na televisão, Filipa também tem dado cartas. Em 2018, gravou a sua participação enquanto fadista na série televisiva “Sul”, com a realização de Ivo Ferreira e onde contracenou, mais uma vez, com José Raposo e, em 2020, participou em “O Atentado”, de Jorge Paixão da Costa

Já em Setembro, as Escadinhas de São Miguel em Alfama foram pequenas para a enchente que houve no seu concerto de por ocasião do Festival Santa Casa Alfama.

No dia 9 de Abril de 2019, Filipa apresentou alguns dos seus novos temas no Teatro S. Luiz, em Lisboa, onde arrancou sorrisos, palmas e lágrimas do público!

Nesse ano, Filipa regressou à Alemanha a 15 de Junho num grande concerto no Festival de Cultura de Kaiserslautern onde, mais uma vez, comoveu o público alemão. Dois meses depois, a 20 de Agosto, viajou para os Açores, para um fantástico concerto na Semana dos Baleeiros. O ano de 2019 revelou-se profícuo para Filipa Cardoso, tendo a artista ainda actuado, em Outubro, nos Recreios da Amadora e, em Novembro, em Mainz, num concerto único.

Se a carreira na televisão vai dando passos pequenos, mas seguros, é no teatro que a a faceta de actriz de Filipa Cardoso se acentua ainda mais. Em 2019, brilhou como protagonista no papel de “Severa”, no musical homónimo de Filipe La Feria, tendo ganho o prémio de “melhor actriz” pelo site festivaisdacancao.pt pelo seu fantástico desempenho neste musical. Mais recentemente, a 12 de Junho de 2020, pudemos vê-la no espectáculo “Enquanto houver Santo António”, uma revista-musical de Filipe LaFeria, que celebra a história das Marchas Populares.

Encontra-se, neste momento, a trabalhar no tão aguardado próximo álbum.

 

Fonte:

Espelho de Cultura

 

Filipa em "Severa", de Filipe LaFeria

Filipa Cardoso em concerto. Foto de Rodolfo Contreras

Filipa Cardoso em concerto. Foto de Rodolfo Contreras

Filipa Cardoso em concerto. Foto de Rodolfo Contreras

Filipa Cardoso em concerto. Foto de Rui Valente Perfeito

Filipa Cardoso em concerto. Foto de Rui Valente Perfeito

Filipa Cardoso em concerto. Foto de Rui Valente Perfeito

Filipa Cardoso em concerto. Foto de Rui Valente Perfeito

Filipa Cardoso em concerto. Foto de Rui Valente Perfeito

Filipa Cardoso em concerto. Foto de Rui Valente Perfeito