Ao utilizar este site, concorda com o uso de cookies de acordo com a nossa Política de Cookies.

concordo

Conheça melhor:

João Linhares Barbosa

(15 Julho, 1893 - 19 Agosto, 1965)

João Linhares Barbosa nasceu a 15 de Julho de 1893 em Lisboa, no Bairro da Ajuda onde sempre viveu.

Figura incontornável do universo do Fado, a sua obra poética estima-se em mais de 3.000 versos A defesa do Fado que preconizou toda a vida - nomeadamente dos seus ambientes e seus protagonistas - a par de um imenso talento poético consagrá-lo-iam como o “Príncipe dos Poetas” vulto maior de entre os Poetas Populares do Fado.

Autodidacta, activo até 1965 - ano em que viria a falecer – João Linhares Barbosa viu os seus primeiros versos publicados no jornal “A Voz do Operário” quando contava apenas 14 anos de idade.

Mais tarde, exerceria a profissão de torneiro mecânico até à fundação do seu próprio jornal, “Guitarra de Portugal”, precisamente no dia em que completou 29 anos, no dia 15 de Julho de 1922. Este periódico viria rapidamente a assumir-se como um dos mais emblemáticos títulos de uma imprensa especializada no fado que vingou, a partir de 1910.

Nos primeiros tempos de vida da Guitarra de Portugal, João Linhares Barbosa contou com a colaboração dos amigos, também poetas populares, Domingos Serpa e Martinho d' Assunção (pai). Foi nas páginas da “Guitarra de Portugal” que, ao longo dos anos, João Linhares Barbosa defendeu o Fado, os poetas e os fadistas, dos ataques de um grupo de detractores do Fado que teve em Luiz Moita, célebre autor da obra “O Fado, Canção de Vencidos” um dos maiores expoentes.

Para além de uma vastíssima obra poética, a João Linhares Barbosa se fica a dever uma acção preponderante na reabilitação do Fado e na dignificação da carreira dos fadistas.

 

Fonte:

Dados biográficos fornecidos pelo Sr. Francisco Mendes.

João Linhares Barbosa, s/d.

João Linhares Barbosa, Berta Cardoso, Alfredo Marceneiro Faia, década de 1950

João Linhares Barbosa, s/d.

  • Lá Porque Tens Cinco Pedras Amália Rodrigues (João Linhares Barbosa / Filipe Pinto)