Ao utilizar este site, concorda com o uso de cookies de acordo com a nossa Política de Cookies.

concordo

Há Fado no Cais 2023

MARGARIDA

19 JAN - 21h

Margarida apresenta ao vivo no ciclo Há Fado no Cais o disco em que se estreia a solo, editado pelo Museu do Fado. Escrito na totalidade por João Monge, conta com melodias de alguns dos mais importantes compositores do universo dos Fados Tradicionais, mas também novos compositores. Os músicos que a acompanham — Bernardo Couto (guitarra portuguesa), Bernardo Saldanha (viola de fado) e Francisco Gaspar (viola baixo) formam o Trio de Fado perfeito, pelo empenho na execução, mas também nos arranjos e produção musical.

Bilhetes aqui.

 

PEDRO MOUTINHO

9 FEV - 21h

Pedro Moutinho foi embalado pelo som do fado e cresceu com ele como se de uma herança genética se tratasse. Não há separação entre o fado e o homem que o canta. Existe sim uma familiar fluidez entre um e outro, natural de quem já se conhece há muito tempo. Já se passaram mais de 15 anos de uma carreira vivida intensamente com espetáculos por todo o país e também por todo o mundo. Um percurso ímpar que transformou Pedro Moutinho num dos grandes fadistas da atualidade. Neste concerto, o fadista dará a conhecer alguns temas do seu próximo trabalho.

Bilhetes aqui.

 

CRISTINA CLARA

24 MAR - 21h

Cristina Clara nasceu em Vila Nova de Famalicão, e durante vários anos dividiu-se entre a música e a enfermagem. Em 2021, nasce o seu primeiro disco de estúdio, Lua Adversa, nome certeiro para um disco feito de estórias tornadas fados e chorinhos. Um trabalho que conta com temas revisitados e composições originais que refletem o seu olhar contemporâneo sobre a tradição, juntando músicos com raízes no jazz e na música popular portuguesa e brasileira. Uma multiplicidade que representa as fases da lua e também as várias facetas da identidade artística de Cristina Clara.

Bilhetes aqui.

 

ALDINA DUARTE

29 ABR - 21h

Aldina Duarte apresenta o seu mais recente trabalho, Tudo Recomeça, ao vivo. Um dos maiores desafios criativos do Fado Tradicional é nunca estar acabado. Aldina dá a ouvir como um Fado cresce no tempo e se transforma com o seu intérprete e as circunstâncias em que vive. Fados que nunca deixou de cantar nos concertos, desde que foram gravados; fados que sempre cantou ao vivo e que nunca foram gravados. Uma antologia que mostra a história do Fado de Aldina nos palcos. Paulo Parreira, guitarra portuguesa, e Rogério Ferreira, viola, são a pedra angular de todo o trabalho.

Bilhetes aqui.

 

SARA CORREIA

27 MAI - 21h

"Ocasionalmente, uma nova voz lembra-nos que o Fado tradicional ainda está bastante vivo. (…) Sara Correia tem uma voz incrível." **** in Songlines

"Diz que nasceu para isto e é difícil duvidar" **** in Público

"A sala explode em aplausos quando chega a vez de Sara Correia" in Visão

"A sua voz tem muito poder e não há dúvida que Sara Correia tem um talento sério." in Entertainment Focus 

"A sua voz rouca de alto-contralto projeta a intensidade das raízes da música que ela cresceu a ouvir" in All About Jazz

Bilhetes aqui.

 

TELMO PIRES

23 JUN - 21h

Telmo Pires nasceu em Bragança e com dois anos passou a viver em Essen, na Alemanha. Descobriu desde jovem a sua ligação às raízes portuguesas e à música tradicional, especialmente ao Fado. Em 2001 lançou o primeiro álbum e, em fevereiro de 2020, edita Através do Fado depois de uma digressão de oito concertos na Alemanha, que levou o fadista a pisar pela primeira vez o palco da Berliner Philharmonie. Telmo Pires considera Através do Fado «um álbum puro»:  guitarra portuguesa, viola de fado e baixo. É todo este percurso, e sobretudo os temas do último disco, que Telmo Pires leva, neste concerto, ao palco do CCB.

Bilhetes aqui.