Museu do Fado
siga-nos em:
Personalidades
 
Hugo Ribeiro
( 7 Agosto, 1925 - 3 Dezembro, 2016 )
O percurso de Hugo Ribeiro não só não é dissociável da história da gravação discográfica em Portugal, como se confunde, em muitos momentos, com ela própria. Foi precursor na técnica e na metodologia, e com o apoio de Rui Valentim de Carvalho, tornou-se um dos mais ilustres e profícuos engenheiros de som portugueses, referência incontornável para toda uma geração de técnicos e engenheiros de som.
Hugo Alves Fernandes Ribeiro nasceu a 7 de Agosto de 1925, em Vila Real de Santo António.

O seu trajecto profissional na editora Valentim de Carvalho começou em 1945, primeiro na secção de músicas e mais tarde na secção de discos. Este vínculo, laboral e afectivo, com a empresa e com os seus representantes, manter-se-ia até ao final da sua vida. Mesmo após a sua última gravação, na década de 90, continuou a ser uma presença assídua nos estúdios da editora, em Paço de Arcos.

O percurso de Hugo Ribeiro não só não é dissociável da história da gravação discográfica em Portugal, como se confunde, em muitos momentos, com ela própria. Ao longo da sua carreira conseguiu granjear o respeito e a admiração dos editores e dos artistas com os quais trabalhou. Foi precursor na técnica e na metodologia, e com o apoio de Rui Valentim de Carvalho, tornou-se um dos mais ilustres e profícuos engenheiros de som portugueses, referência incontornável para toda uma geração de técnicos e engenheiros de som.

A sua sensibilidade musical e humana, aliada a uma incomparável competência técnica, permitiram-lhe captar, sublimar, e perpetuar momentos ímpares de inspiração performativa. Das centenas de artistas nacionais e internacionais que gravou, nos mais variados formatos, destacam-se os mais aclamados registos discográficos de grandes referências do Fado e da guitarra portuguesa, designadamente: Amália e Celeste Rodrigues, Alfredo Marceneiro, Lucília do Carmo, Maria Teresa de Noronha, Carlos Ramos, Tristão da Silva, Hermínia Silva, Beatriz da Conceição, Fernanda Maria, Max, Fernando Farinha, Vicente da Câmara, Carlos do Carmo, Maria da Fé, Carlos Paredes, entre muitos outros.

Faleceu no dia 3 de Dezembro de 2016, aos 91 anos.


Selecção de fontes de informação:

Museu do Fado - entrevista realizada no dia 18 de Maio de 2006
Jornal Público - entrevista de Gonçalo Frota, 24 de Agosto de 2014



stqqssd
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31