Museu do Fado
siga-nos em:
Personalidades
 
Grupo de Fados ISEP
( 12 Junho, 1905 )
O Grupo de Fados do ISEP nasceu nos finais de 1990 com a primeira formação que se apresentaria à Academia no Sarau da Queima das Fitas do Porto de 1991 no Teatro Rivoli. Lançava-se assim um novo grupo Académico que com dois vocalistas, duas guitarras Portuguesas e duas violas interpretava o Fado.

O Grupo de Fados do ISEP nasceu nos finais de 1990 com a primeira formação que se apresentaria à Academia no Sarau da Queima das Fitas do Porto de 1991 no Teatro Rivoli. Lançava-se assim um novo grupo Académico que com dois vocalistas, duas guitarras Portuguesas e duas violas interpretava o Fado.

Uma nova formação surge entretanto com objectivos mais ambiciosos e definidos, baseados no prazer comum do romantismo que uma serenata de Fado traz associada. Durante alguns anos foram apresentados temas tocados e cantados de forma própria e com sentido de evolução crescente. Poderemos dizer que esta era uma “aprendizagem” a que nos dedicamos com vigoroso empenho.

Com esta formação vivemos a geração de grupos de Fado que entretanto surgiram, como o Grupo de Fados da Universidade Católica e o Grupo de Fados de Ciências – U.P., naquilo que podemos chamar a “Geração de 90”. O encontro de grupos em pequenas tertúlias, que periodicamente se repetiam, deu origem a uma evolução de tocadores e intérpretes e aquilo que consideramos mais importante – temas de Fado do Porto e para a Academia do Porto. É nesta procura de uma nova sonoridade e novos caminhos que surge o tema “Adeus Saudade” – Balada de despedida ISEP 97, apresentada na Monumental Serenata da Queima das Fitas do Porto e que em Dezembro de 1998 daria nome ao 1º registo do Grupo.

As formações seguintes nasceram daí, herdeiras de uma consolidação de conhecimentos e com uma pré-definida metodologia de trabalho, contam já com vários originais dedicados ao Porto, à nossa cidade, ao nosso Instituto e à nossa Academia, numa rendida homenagem de referências e influências sentidas nesta aurora da nossa vida… académica.

Foi baseado neste espírito inovador e de procura de novos rumos para o Fado Académico que surgia no Porto, que o Grupo de Fados do ISEP, conjuntamente com a sua Associação de Estudantes, idealizou e concretizou a “I Grande Noite de Fado Académico do ISEP”, numa iniciativa inédita que juntou academias e gerações do sempre amado Fado de Coimbra.

Em 2009 a “XI Grande Noite do Fado Académico” segue o exemplo da décima edição (homenagem a Adriano Correia de Oliveira) e inclui no seu programa cultural uma semana dedicada ao homenageado e intitulada “Tempo de homenagem a Francisco de Vasconcelos”.

A iniciativa “Tempo de Homenagem” assume um carácter inter-institucional que inscreve a obra do homenageado e o seu percurso de vida partindo do Fado como coisa presente e permanente. Apelando a novas visões e assumindo os riscos dessa decisão o Grupo de Fados do ISEP convidou escolas e personalidades de diversos campos do conhecimento a produzir obra sobre a vida e obra de Francisco de Vasconcelos.

Nesse âmbito foi produzida uma exposição foto biográfica (“À procura de um Fado” – Olívia da Silva – ESMAE), um filme (“À procura de um Fado” – Jorge Campos - ESMAE), uma linha gráfica (Catarina, Diogo e Rafael - ESAD), um livro (“Poemas Brancos” – Francisco de Vasconcelos), dois discos duplos (“Coimbra o Fado e eu”, obra musical completa de Francisco de Vasconcelos; “Hora Torguiana” – Grupo de Fados do ISEP com participação da Orquestra do Norte), Colecção de Azulejos “Francisco de Vasconcelos, O Fado e o Porto” (40 peças + uma – Adosinda Pereira), sessões de aula aberta e conferências. Em pré-publicação está um álbum fotográfico, um CD e dois DVDs centrados na XI Grande Noite do Fado Académico e que aguardam financiamento.

Nesta produção cultural surge com particular relevo a “Sessão de Fado para Surdos – Silêncio Fado Silêncio” que trilha um caminho em que o Fado, como património colectivo, vai ao encontro dos que o sentem sem que o ouçam.

Em 2010 a itinerância do “Tempo de Homenagem a Francisco de Vasconcelos” foi recebida pelo Museu Fado e seguirá um programa de itinerância nacional. A 06 de Novembro realiza-se a XII Grande Noite do Fado Académico que decorrerá no Edifício da Alfandega do Porto e a III Semana do Homenageado (06 a 14 de Novembro) no Clube Literário do Porto.

Porto, 9 de Março de 2010

Texto elaborado pelo Grupo de Fados do ISEP



stqqssd
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31