Museu do Fado
siga-nos em:
Personalidades
 
Francisco de Vasconcelos
( 27 Agosto, 1936 )
A sua obra poética foi acrescentada recentemente com o livro “Poemas Brancos” e a sua obra musical está reunida no duplo CD “Coimbra, o Fado, e eu”. Estes títulos e a obra biográfica “À procura de um Fado” fazem parte do programa de homenagem que lhe foi dedicado na XI Grande Noite de Fado Académico (Porto, Novembro de 2009) e que cumpre, em 2010, uma itinerância nacional.
Francisco Manuel Vieira de Sousa e Vasconcelos nasceu em Celeirós do Douro, concelho de Sabrosa, a 27 de Agosto de 1936. A sua infância foi marcada por ritmos rurais de vinhas e oliveiras em paisagem duriense e moldada pelo piano que a sua mãe tocava no salão da casa de família.

Os estudos levam-no ao Liceu D. Manuel II (Porto) onde funda a publicação “O Mensageiro” e à Universidade de Coimbra (1954) onde inicia o seu percurso como guitarrista.

Em 1958 casa com Maria Guilhermina e em 1961 é mobilizado para Angola de onde regressa ferido. O rebentamento de uma granada obriga a uma convalescença penosa e a uma longa luta contra a surdez. A música é a âncora na vida e a esposa é a alavanca da sua recuperação.

No início da década de setenta publica “O perfil e a madrugada” e, em 1974 com residência em Sintra, mantém ligações ao construtor de guitarras Gilberto Grácio (Cacém) e inicia com alguns antigos alunos da Universidade de Coimbra o “Grupo do Vasconcelos”. Este grupo daria mais tarde origem ao Grupo Serenata de Coimbra que editou 3 discos.
Quando em finais dos anos noventa sofre um acidente vascular cerebral centra a sua recuperação na guitarra portuguesa e na amizade dos antigos estudantes reencontrando a palavra, a escrita e a música.

A sua obra poética foi acrescentada recentemente com o livro “Poemas Brancos” e a sua obra musical está reunida no duplo CD “Coimbra, o Fado, e eu”. Estes títulos e a obra biográfica “À procura de um Fado” fazem parte do programa de homenagem que lhe foi dedicado na XI Grande Noite de Fado Académico (Porto, Novembro de 2009) e que cumpre, em 2010, uma itinerância nacional.

Grupo de Fados do ISE.PP

Última actualização: Fevereiro de 2010